Tuesday, June 29, 2010

Afinal pode mesmo ser uma profissão de risco.

Fui pesquisar, e encontrei umas quantas coisas interessantes:


Traição. (do lat. traditione,entrega)1.Ato ou efeito de trair (se). 2. Crime de quem, perfidamente, entrega, denuncia ou vende alguém ou alguma coisa ao inimigo.


"Na lei, traição é o crime de deslealdade de um cidadão à sua pátria. Em tempo de guerra, uma pessoa que coopera activamente com o inimigo é considerado um traidor."


Eu diria que conseguimos facilmente enquadrar o Conde João Fernandes Andeiro dentro destes parâmetros. Era um traidor, do nosso (Português) ponto de vista. E a sua morte às mãos do Mestre de Aviz entrou para as posições cimeiras do lendário da nossa História. Mestre esse que veio a ser depois Rei de Portugal (D. João I).

Não é por nada. Veio-me a respeito de umas coisas que se dizem por aí a respeito de um candidato à presidência da república. E não tendo como confirmar a veracidade de coisa nenhuma, eu diria que é do maior interesse do dito candidato o esclarecimento cabal do tema. Porque é muito diferente ser o presidente de todos os Portugueses (mesmo dos que não votaram em nós) e (tentar) ser o presidente de todos os Portugueses, mesmo daqueles que (fundamentadamente?) nos querem enfiar um balázio nos cornos. 

No comments: