Tuesday, July 20, 2010

O narizinho vermelhusco vem já a seguir.

O Sr. Alegre quer "que se saiba" o que o Sr Silva pensa sobre a proposta de alteração do não sei o quê. Ora, se tem tomates, pergunte-lhe porra! É um bocado chato ouvir conversa de ir ao cú entremeada entre o Loureiro pai e o Loureiro filho recém promovidos ao reino dos inocentes, Deus os tivesse consigo lá longe no calor, fosse este mundo justo. Mas não. Temos que gramar com isto. O Sr. Silva liga-lhe tanto que anda a inaugurar fábricas de barros e olarias em terras do N'gola, bem acompanhado pelo Sr. Santos.
E aproveita-se algum? 
Para aterro sim. Podiam lavar-se umas às outras, as mãos.

2 comments:

Kawamura said...

Na 2a frase parecias mesmo o finado do Saramago, pá. Logo depois usaste uns pontos finais assim a modos que seguidinhos e estragaste o raio da mood...

Niagara Et Al said...

Isso era um elogio?
Vou voltar à buída.
:D


Grande abraço aqui da Tuga!