Tuesday, October 26, 2010

Há sempre pelo menos uma razão

Na realidade há umas quantas. Daquelas de fundo, que explicam o porquê do desenvolvimento Alemão. E explicam o nosso retrocesso crónico (Portugal). Podemos enumerá-las: Volkswagen, Audi, Mercedes, BMW, Phillips, Bosch, Liebherr, and so on, and so on and so on. 
Chama-se MARCA. O peso da marca alemã - seja ela qual for. A explicação é tão simples quanto isso. "Alemanha" é marca por mérito próprio. E "Portugal"? Portugal resume-se à pobreza de espírito materializada no estrangeirismo bacoco do "Allgarve", porque "Portugall" está demasiado contaminado por patos-bravos para conseguir ser marca.
Bem, e a Auto Europa? Eu diria que é a prova cabal disso mesmo. a diferença não está em quem faz, está em quem manda (e ensina a) fazer. A marca, essa, é alemã na mesma.

3 comments:

LP said...

Num é por nada, mas parece-me que a Philips é holandesa...:)

Niagara Et Al said...

Whatever.
Por acaso é mesmo, mas foi por troca com a Siemens... :)

LP said...

:)