Wednesday, January 26, 2011

Mais temas "quentes":

A "competividade" - neologismo importado por algumas luminárias agora bem postas na vida lá das barracas onde aprenderam a falar (pode-se tirar o homem da barraca, mas não se pode tirar a barraca do homem, como alguém disse) é assim um daqueles conceitos abundantemente utilizados por quem não percebe a ponta de um corno do que anda a dizer.
Ser "competivo" significa conseguir ser melhor - fazer mais e melhor com o mesmo. Conseguir fazer O MESMO com menos NÃO É ser "competivo" - é apenas chegar ao mesmo nível da concorrência, porque o cliente está-se a cagar profundamente para as condições iniciais - a preocupação do cliente/consumidor é conseguir MAIS e MELHOR por MENOS. Logo, e dito por um gajo que não percebe nada desta merda, se esses palhacinhos que por aí andam a pregar a "competividade" do País quiserem um bom conselho, eu dou à borla: IVA à mesma taxa de Espanha, combustíveis (energia no geral) aos mesmos preços de Espanha.
É preciso um desenho para explicar a "competividade" ou as avantesmas percebem só assim de 31 de boca?

2 comments:

Kruzes Kanhoto said...

Não me parece que o preço da gasolina constitua grande problema. A julgar pelo número de carros que anda por aí ainda deve estar barata.

Niagara said...

Não me parece que a solução seja aumentar o preço da gasolina, mas sim aumentar o preço do estacionamento dentro das cidades. E claro, diminuir o numero de lugares disponíveis.
Não se trata de limitar a mobilidade, mas sim de limitar o abuso...