Thursday, November 17, 2011

Para quem ainda não percebeu:

Bancos. Sistema Financeiro.
É isto que a Europa, os EUA, o Banco Mundial e o FMI querem salvar. Do quê? Da merda que esses mesmos bancos e esse mesmo sistema financeiro andaram a fazer durante todos estes anos. Mas com uma salvaguarda: sem perda de lucros, sem perda de autonomia, sem restrições operacionais aos "mercados" onde operam esses bancos e que são no fim de contas o sustento desse sistema financeiro. Esses mesmos mercados que se resguardam e salvaguardam os seus agentes no seguro de vida que são os dinheiros dos contribuintes quando a coisa corre mal, que socializam as perdas e privatizam o lucro como convém a um sistema "aberto". Porque afinal de contas parece que os bancos não podem falir - as empresas agrícolas podem falir, apesar de serem o garante da comida que pomos na mesa; as indústrias pesadas, que fabricam
Sejamos honestos: em 2010, mesmo com uma gestão equilibrada dos orçamentos, muito poucas famílias em Portugal conseguiam taxas de poupança na ordem dos 20%. No global, esse é o agravamento das condições que podem esperar para 2012 (comparativamente com 2010). Isto tem um nome: falência técnica.


A minha pergunta é, temos mesmo que ir por este caminho? 

2 comments:

Fernando Vasconcelos said...

Não bem os bancos ... mais quem lucra deles, porque se pudessem deixar afundar os bancos mas mantendo os seus benefícios à muito que as contas dos pequenos e médios depositantes já tinham ido. Mas é melhor calar-me antes que lhes dê ideias ...

Niagara said...

Se calhar já pensaram nisso...