Wednesday, December 28, 2011

E é por acaso?

É por acaso que aqui estou, fruto de todos os acasos que aqui me conduziram. E por acaso aqui apareceram, e por acaso aqui foram ficando, porque por acaso, de algum modo, nos fomos identificando. E por acaso cresci onde cresci, e o que aprendi aprendi por acaso, pelo acaso de ter nascido onde nasci e não em mais lado nenhum. E será por algum acaso que um dia irei para melhor (ou pior), e apenas por acaso nesse dia e não antes.
Não estava destinado a ser assim, apenas poderia ter sido assim - ou de qualquer outra maneira.
O acaso é o meu mundo e o meu destino.

No comments: